Prá Hoje

Vista seu melhor sorriso.
Penteia as preocupações pro lado.
Ajeita o brilho no olhar.
Perfuma a alma de Bom Humor.
Agarra a Felicidade….
… e vai! O dia é seu!

A Saudade

images

 

Saudade, uma das mais belas palavras da língua portuguesa e um dos mais intensos sentimentos que podemos experimentar na existência.

 
Quando associada a uma pessoa, a saudade é um tipo de dor, uma ausência, um vazio imenso.

 
Chega a ser tão intensa que pode ser sentida fisicamente como uma dor diferente de todas as outras.

 
É como se a pessoa estivesse muito próxima, mas não pudéssemos tocá-la…

 
Por isso digo, que saudade é a presença constante de alguém ausente.
Ela também é uma ponte entre o presente e o passado.

 

Acontecimentos marcantes, alegrias intensas, fases e idades anteriores, tudo isso possui magia e poesia observadas da ponte da saudade.
O tempo e a distância evidenciam o valor das coisas mais simples.

 
Mas não seja um prisioneiro da saudade!

 

Viva intensamente o presente.

 

Deixe que a saudade seja uma cena de um filme em que você é o protagonista.

 

Um filme que ainda lhe reserva as melhores cenas da história!

 

A saudade não deve te aprisionar ao que já passou.
A vida continua valendo a pena e ainda vai lhe oferecer muitas oportunidades de sentir novas e melhores saudades a cada instante.

 
Autor Desconhecido

carpe diem
Envido por Waldemir

 

“Uma vez que aprendemos a ler…

liberdade

“Uma vez que aprendemos a ler…
… somos livres para sempre”
(Frederick Douglass)

 
* para quem se interessar, essa frase é ainda mais forte pois foi proferida por Frederick Douglass (1818-1895) um escravo que depois de uma fuga bem sucedida se tornou um dos mais eminentes Afro-Americanos do seu tempo e um dos mais influentes na história dos EUA.

 
A esposa do seu dono o ensinara a ler e escrever, desconhecedora do fato de que alfabetizar escravos era proibido por lei. E desde logo Douglass revelou-se meio que um intelectual e orador. Menos de dez anos depois da fuga, ele tornou-se o primeiro negro a exercer um cargo no governo americano. Foi dele, inclusive, a ideia da Proclamação de Emancipação dos escravos em todos os estados dos EUA, feita finalmente por A. Lincoln em 1862, em plena guerra civil.

 
Douglass conseguiu convencer o presidente que emancipar todos os escravos auxiliaria nos esforços de guerra total dos estados do norte, uma vez que teria como consequência provável a explosão de rebeliões nos estados sulistas. E foi o que de fato aconteceu. Pouco tempo depois, a guerra terminava com a vitória absoluta dos estados do Norte e o fim total da escravidão dos negros.

 
Frederick Douglas descreve assim seus primeiros dias como um homem livre:

 

“Se a vida é mais do que respirar e do ‘rápido giro do sangue’, eu vivi mais em um dia do que em um ano de escravidão. Foi um tempo alegre e excitante, que as palavras podem apenas modestamente descrever. Em uma carta a um amigo, pouco depois de chegar a Nova Iorque, eu disse ‘Eu me sinto como se tivesse escapado de uma toca de leões famintos’. Angústia e dor, assim como escuridão e chuva, podem ser descritos; mas alegria e júbilo, como o arco-íris, desafiam a pena ou o lápis

 
Não é uma linda história? Essa é para quem não acredita que a leitura tem o poder de mudar a vida das pessoas.

 

“Eu amo leitura” – Facebook.

 
Carpe Diem
Enviado por Waldemir

 

A importância das coisas…

16828666_tqtl8

 

A importância das coisas não está na sua grandiosidade.
Nada é pequeno demais para não fazer diferença.
A importância das coisas não está no reconhecimento dos outros.
A imensa maioria das grandes contribuições passa despercebida dos olhos do mundo.
A importância das coisas não está em que as consideremos importantes.
A verdadeira importância não está circunscrita à nossa percepção, nem a de ninguém.

 

A importância das coisas reside no fato de que nenhum pensamento, nenhuma palavra ou ação são neutras: estamos sempre causando “algo”!
Que este “algo” que causamos seja especial, não na grandiosidade, não no reconhecimento, na percepção ou opinião de qualquer pessoa, mas que seja especial porque provém da nossa disposição de oferecer ao mundo o melhor de nós a cada instante!

 

-A.D

Carpe Diem
Enviado por Waldemir

 

TEMPO É MAIS DO QUE DINHEIRO. TEMPO É VIDA!

somos-nos-que-fazemos-a-vida-como-der-ou-puder-ou-quiser-dot-dot-dot

Em “…E o vento levou” há uma citação na primeira meia hora do filme , dizendo que não devemos desperdiçar tempo pois a vida é feita dele.
No mundo empresarial, dizer que tempo é dinheiro é bastante comum. Porém, tempo é mais do que dinheiro. Tempo é vida. Sim, o tempo é a matéria-prima da vida como o trigo é a matéria-prima do pão. Desperdiçar tempo ou fazer alguém desperdiçar é desperdiçar vida, o nosso bem maior.

 

 

Podemos ressarcir o dinheiro roubado ou perdido. Podemos repor um objeto quebrado. Mas não podemos devolver o tempo perdido. Por tal razão, é tão importante levarmos a sério o valor do tempo. Não devemos considerar o tempo apenas no sentido de fechar feridas e embaçar a vista para memórias devastadoras. Devemos pensar a questão do tempo como sinônimo da própria vida e da necessidade de torná-la significativa.

 

 

O mesmo tempo que te faz “esquecer” uma decepção, é o tempo que nos afasta das pessoas e coisas que mais amamos. Falamos constantemente que nos falta tempo. Mas o tempo que nos falta é para descansar, para rir, para criar, para ver os amigos, para brincar com os filhos, para namorar o marido/esposa, para fazer aquilo que realmente importa.

 

 

A nossa sociedade altamente competitiva está drenando o nosso tempo, isto é , a nossa vida por meio de um canudinho de pseudo felicidade. Temos tempo para stalkear a vida alheia, mas não temos tempo para tomar um café ou chope com os amigos. Temos tempo para ir à academia todos os dias , antes do trabalho, mas não temos tempo para ficar com a família. Temos tempo para ler todos os livros motivacionais que a nossa empresa indica, mas não temos tempo para ler o que realmente nos interessa.

 

Falta tempo também para o ócio criativo. Sim, o ócio quando bem aproveitado é uma período riquíssimo para descobrir soluções inusitadas para a vida, além de ser muito relaxante. Mas para a nossa sociedade, relaxar parece coisa pouco importante, quase supérflua. Relaxa-se quando todo o resto já foi feito.

 

 

Não é à toa que as pessoas investem muito mais tempo e dinheiro em drenagens linfáticas e massagens redutoras de medidas do que em massagens relaxantes que reequilibram as energias do organismo. Não é à toa, que as pessoas investem muito mais tempo e dinheiro em roupas, bolsas e sapatos que visam proporcionar uma imagem de status do que em fazer uma boa terapia para reestruturar questões essenciais que poderiam aumentar incrivelmente a qualidade de vida. A maioria prefere tomar Rivotril e/ou ler livro de autoajuda. Não é a toa que sabemos mais sobre fatos e pessoas que estão do outro lado do mundo do que sobre aqueles que estão ao nosso redor.

 

Podemos perder tempo também quando insistimos em escolhas erradas. Quando estamos desconfortáveis em um lugar e permanecemos por comodismo ou medo de mudar. Tem gente que insiste em continuar uma faculdade que odeia, um relacionamento amoroso vazio ou se deixa enredar por uma série de pequenos compromissos e dinâmicas sociais que nada acrescentam e só nos sugam.

 

Reclamamos da falta de tempo, mas não sabemos aproveitá-lo. Em muitos outros casos, até sabemos, mas a dinâmica social e a necessidade de matar um leão por dia nos impede de colocar em prática o que entendemos e sentimos. Criar um esquema de vida que preserve para nós o máximo possível de tempo é uma arte preciosa. Cabe a cada um de nós descobrir por qual vazamento o nosso tempo está sendo escoado.
Muito tempo nas redes sociais? Está trabalhando além do necessário? Está aceitando todos os convites sociais por mera educação? Está obcecado demais com os cuidados com a aparência?

 

 

Está fazendo cursos que não são realmente importantes para a sua carreira? Aprender a dizer não e selecionar o que é realmente urgente e/ou importante me parecem os primeiros passos para começar a resgatar mais tempo. Porém, estas dicas são generalizantes e insuficientes para reconstruir qualquer existência. Sim, somos nós que precisamos criar a nossa própria receita. Somos nós que precisamos descobrir onde estão as faltas e excessos. Mas no final das contas, esta “perda de tempo” realizando este tipo de planejamento se tornará o maior dos investimentos.

 

Fonte do texto:escrito por Silvia Marques – via: https://osegredo.com.br/2016/03/tempo-e-mais-do-que-dinheiro-tempo-e-vida/

Carpe Diem
Enviado por Waldemir

PARA SER GRANDE É PRECISO ESTAR DO LADO DAS PESSOAS E NÃO ACIMA DELAS

956696201-1

Estar ao lado das pessoas e estender uma mão quando os outros precisam é o que realmente nos ajuda a crescer e tornar-nos melhores. Somos nós que gerenciamos nossas próprias bondades e podemos dar ao mundo o nosso sorriso mais lindo. Neste sentido, ser bom é essencial para ser grande.
As pessoas com quem interagimos estão lutando batalhas das quais nada sabemos, então sempre, embora não seja fácil, devemos ser gentis. Por mais estranho que pareça, muitas vezes os pequenos detalhes fazem a diferença.
Não vamos negar, há pessoas que devido aos seus defeitos, complexos ou projeções, dificultam o caminho dos outros e gostam de assistir os seus próximos sendo pisoteados. Isso pode fazer alguém sentir uma sensação enganosa de superioridade.
Enfatizamos o termo “enganosa” porque não é real, embora possa parecer que, por vezes, estão de alguma forma acima. Mas não. Esse sentimento é irreal porque não há nada mais baixo do que ferir os outros ou dificultar sua vida deliberadamente.
“A bondade é o pilar que sustenta a grandeza, por isso que dizemos que ser grande é estar ao lado das pessoas, e não acima.”
Seja gentil com todos, você nunca sabe pelo que estão passando
Não podemos saber o que está acontecendo com aqueles que estão do outro lado de uma conversação ou interação qualquer. Não importa quais sejam suas lutas, não podemos avaliar, nem julgar a sua importância.

“Acima de tudo está a bondade. Assim como a luz da lua ilumina sessenta vezes mais do que a das estrelas, a benignidade liberta o coração sessenta vezes mais eficazmente do que todas as realizações religiosas juntos.”
– Buddha Gautama
Boas pessoas são feitas de aço inesquecível
As pessoas boas são feitas de aço inesquecível. Boas ações e mãos estendidas são o melhor investimento, porque trazem bons sentimentos, boas experiências e boas consequências.
“Não devemos negligenciar esta parte de nós que ajuda os outros e que se mantém ao lado de quem está sendo atormentado por uma dificuldade.”
Colecionar motivos, ser sol em dias de escuridão, não ser arrogante e praticar a paciência são atitudes que emolduram a liberdade e prazer em colaboração com os outros.

 

É também muito positivo proporcionar uma margem de erro para todos, mesmo aqueles que em algum momento nos ofenderam e nos fizeram sentir-nos mal.
“Procurar ouvir, compreender e nunca acreditar-se superior por ter mais isso ou aquilo, por ser mais feliz, por desfrutar de uma maior estabilidade e ter mais propriedades é essencial para ser grande.”

 

Porque, se ainda não está claro, a grandeza não tem nada a ver com superioridade. E no fim de tudo o que faz sentido é dar a outros a oportunidade para serem melhores, mais fortes e evoluídos emocionalmente.

Fonte:https://osegredo.com.br/2016/04/para-ser-grande-e-preciso-estar-ao-lado-das-pessoas-nao-acima-delas/

Carpe Diem
Enviado por Waldemir

O Mundo Anda Tão Complicado

ubatuba-hostel-praia-lazaro-copy

O Mundo Anda Tão Complicado

Renato Russo

Gosto de ver você dormir
Que nem criança com a boca aberta
O telefone chega sexta-feira
Aperto o passo por causa da garoa
Me empresta um par de meias
A gente chega na sessão das dez
Hoje eu acordo ao meio-dia
Amanhã é a sua vez

Vem cá, meu bem, que é bom lhe ver
O mundo anda tão complicado
Que hoje eu quero fazer tudo por você.

Temos que consertar o despertador
E separar todas as ferramentas
Porque a mudança grande chegou
Com o fogão e a geladeira e a televisão
Não precisamos dormir no chão
Até que é bom, mas a cama chegou na terça
E na quinta chegou o som

Sempre faço mil coisas ao mesmo tempo
E até que é fácil acostumar-se com meu jeito
Agora que temos nossa casa
é a chave que sempre esqueço

Vamos chamar nossos amigos
A gente faz uma feijoada
Esquece um pouco do trabalho
E fica de bate-papo
Temos a semana inteira pela frente
Você me conta como foi seu dia
E a gente diz um pro outro:
“Estou com sono, vamos dormir!”

Vem cá, meu bem, que é bom lhe ver
O mundo anda tão complicado
Que hoje eu quero fazer tudo por você

Quero ouvir uma canção de amor
Que fale da minha situação

De quem deixou a segurança do seu mundo

Carpe Diem

 

LIVRE-ARBÍTRIO…

31371

Você já ouviu, alguma vez, falar de livre-arbítrio?
Livre-arbítrio quer dizer livre escolha, livre opção.
Em todas as situações da vida, sempre temos duas ou mais possibilidades para escolher.
E a cada momento a vida nos exige decisão.
Sempre temos que optar entre uma ou outra atitude.
Desde que abrimos os olhos, pela manhã, estamos optando entre uma atitude ou outra.
Ao ouvir o despertador podemos escolher entre abrir a boca para lamentar por não ser nosso dia de folga ou para agradecer a Deus por mais um dia de Oportunidades.
Ao encontrarmos o nosso familiar que acaba de se levantar, podemos escolher entre resmungar qualquer coisa, ficar calado, ou desejar, do fundo da alma, um bom dia.
Quando chegamos ao local de trabalho, podemos optar entre ficar de bem com todos ou buscar o isolamento, ou, ainda, contaminar o ambiente com mau humor.
Conta um médico que trata de pacientes com câncer, que as atitudes das pessoas variam muito, mesmo em situações parecidas.
Diz ele que duas de suas pacientes, quase da mesma idade, tiveram que tirar um seio por causa da doença.
Uma delas ficou feliz por continuar viva e poder brincar com os netos, a outra optou por lamentar pelo seio que havia perdido, embora também tivesse os netos para curtir.
Quando alguém o ofende, você pode escolher entre revidar, calar-se ou oferecer o tratamento oposto.
A decisão sempre é sua.
O que vale ressaltar é que todas as ações terão uma reação correspondente, como conseqüência.
E essa reação é de nossa total responsabilidade.
E isso deve ser ensinado aos filhos desde cedo.
Caso a criança escolha agredir seu colega e leve uns arranhões, deverá saber que isso é resultado da sua ação e, por conseguinte, de sua inteira responsabilidade.
Tudo na vida está sujeito a lei de causa e efeito, para uma ação positiva, um efeito positivo, para uma ação infeliz, o resultado correspondente.
Se você chega no trabalho bem humorado, alegre, radiante, e encontra seu colega de mau humor, você pode decidir entre sintonizar na faixa dele ou fazer com que ele se sintonize na sua.
Você tem ainda outra possibilidade e escolha: ficar na sua.
Todavia, da sua escolha dependerá o resto do dia.
E os resultados lhe pertencem.
Jesus ensinou que a semeadura é livre, mas a colheita é obrigatória.
Pois bem, nós estamos semeando e colhendo o tempo todo.
Se semeamos sementes de flores, colheremos flores, se plantarmos espinheiros, colheremos espinhos.
Não há outra saída.
Mas o que importa, mesmo, é saber que a opção é nossa. Somos livres para escolher, antes de semear.
Aí é que está a justiça Divina.

 
Mesmo as semeaduras que demoram bastante tempo para germinar, um dia darão seus frutos. São aqueles atos praticados no anonimato, na surdina, que aparentemente ficam impunes.

 
Um dia, eles aparecerão e reclamarão colheita.

 
Igualmente os atos de renúncia, de tolerância, de benevolência, que tantas vezes parecem não dar resultados, um dia florescerão e darão bons frutos e perfume.

 

 

É só deixar nas mãos do jardineiro Divino, a quem chamamos de Criador.
Pensem nisso!
 

 

-Autor Desconhecido

Carpe Diem
Enviado por Waldemir